SÉRIE DENTES SENSÍVEIS. Eu tenho? (1/3)


Um sorvete, uma bebida gelada, um doce ou um suco de abacaxi e até mesmo escovar os dentes podem ser verdadeiros pesadelos dolorosos para muitas pessoas. Mais comum do que se imagina, a hipersensibilidade dentinária acomete principalmente pessoas entre 20 e 40 anos de idade.

Ignorar essa condição, adiando a ajuda do dentista, pode privar você de alimentos e bebidas de sua preferência, além de faze-lo escovar os dentes menos vezes ou de forma inadequada para fugir da dor, o que expõe sua boca às cáries e doenças de gengiva.

POR QUE OS DENTES FICAM SENSÍVEIS?

A sensibilidade dental acontece quando as raízes dos dentes ficam expostas ao meio bucal. Normalmente essas estruturas deveriam estar revestidas pelo cemento (tecido duro que reveste as raízes) e protegidas pelas gengiva.

As raízes são formadas por dentina, um tecido duro e cheio de tubos microscópicos que vão da polpa à superfície do dente. Os túmulos dentinários estão cheios de líquido e terminações nervosas. A presença de alimentos doces, ácidos e principalmente gelados ou quentes faz com que esse líquido se movimente e estimule a inervação do dente gerando dor.

COMO SEI SE TENHO HIPERSENSIBILIDADE DENTINÁRIA?

Certamente você saberá! É uma condição dolorosa e limitante. Uma dor forte e curta que persiste durante a ingestão de alimentos gelados, quentes, doces ou ácidos. Cerca de 25% da população adulta sofre com hipersensibilidade dentinária.

Capítulo 2

Capítulo 3

#Dentessensíveis #sensibilidadedental #hipersensibilidadedentinária #dordedentesorvete #túmulosdentinários #exposiçãoradicular #raizexposta #alimentosgelados #alimentosquentes #escovaçãocorreta #alimentosácidos #bruxismo #cremedental #COP #CentrodeOdontologiaPreventiva #DrFelipeSilva #DrEdgardDelPasso #Alimentação #Açucar #Bruxismo #Eutenho

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo