Hábitos prejudiciais à sua saúde


Chamamos de hábitos parafuncionais os movimentos frequentemente repetidos e que não são atividades funcionais das estruturas, como falar ou mastigar alimentos. Por exemplo ranger os dentes durante a noite ou percutir os dentes para acompanhar o ritmo de uma música não são funções “normais” dos músculos mastigatórios e dentes.

Os movimentos habituais nocivos acontecem em momentos em que a inatividade é fundamental para descanso das estruturas, gerando então pressão inadequada sobre a articulação temporomandibular e o periodonto (o entorno do dente, ou seja, gengivas, ligamento e osso), aumento do tempo de atrito dos dentes e do trabalho muscular.

Os hábitos parafuncionais diurnos, em geral, aparecem na forma de apertamento dos dentes, lábios e bochechas, morder objetos, roer unhas ou remover cutículas com os dentes, mascar chicletes em excesso, sucção digital ou de chupeta, utilizar mamadeira, mastigar de um lado só, entre outros.

Como são voluntários, o ideal é que o paciente remova conscientemente esses hábitos da sua rotina. Em alguns casos, onsultas com psicólogos e psiquiatras são bem-vindas para ajudar o paciente a se desvencilhar dos hábitos. A prática de esportes e exercícios de relaxamento também diminuem a tensão psicológica do paciente e reflete na redução de hábitos maléficos.

Já os hábitos parafuncionais noturnos, em geral, resume-se ao ato de apertar ou ranger os dentes conhecido como bruxismo. Esse hábito é resultado neuromuscular da combinação de um desarranjo no encaixe dos dentes e estresse excessivo. Por acontecer durante o sono, na maioria das vezes, o paciente desconhece essa realidade.

O bruxismo é responsável por ocasionar dores de cabeça frequentes, dores na articulação temporomandibular durante abertura e fechamento da boca, dor e zumbido nos ouvidos, desgaste dentário, fraturas frequentes de dentes e restaurações, dor no fundo dos olhos, mobilidade dentária e doenças na gengiva, dentre outros sinais e sintomas.

Tratamento Biomecânico da DTM e dor oro-facial

Se você tem algum desses sintomas, o cirurgião- dentista é a porta de entrada para o tratamento das parafunções. Aqui no Artesania Studio Oral, o paciente é submetido à profunda anamnese e exame clínico para diagnóstico e tratamento efetivos.

Em alguns casos extremos, o uso da toxina botulínica e outras técnicas complementam o tratamento contra o bruxismo que, na maioria esmagadora dos casos consiste em:

1. Correção de problemas estruturais que estão influenciando no encaixamento dos dentes, com por exemplo fraturas, desgastes e ausências dentárias.

2. Relaxamento muscular e desinflamação com fisioterapia manipulativa sob técnica de osteopatia.

3. Aplicação de aparelho de CDB para drenagem da inflamação

4. Aplicação de ultra-som com interferêncial KLD para antiinflamação e analgesia

5. Instalação do Dispositivo Miorrelaxante Personalizado em resina acrílica que é encaixado nos dentes durante os períodos de sono noturno. O dispositivo manterá os arcos dentais, musculatura e ATM em posição de relaxamento, promovendo a reeducação muscular que acontece, em média, após três meses de uso diário do dispositivo.

No tratamento das disfunções temporomandibulares, DTM, o Artesania Studio Oral tem como parceiros os doutores Fernando Garcia e Bruno Teixeira, fisioterapeutas da Individual Fisioterapia Manipulativa.

#DTM #ATM #Bruxismo #Rangerosdentes #DentistaCampinas #DentistaCambuí #ArtesaniaStudioOral #Artesania #DrFelipeSilva #Dr #DrEdgardDelPasso #DraJulianaBarbosa #DrBrunoTeixeira #DrFernandoGarcia #IndividualFisioterapiaManipulativa #PlacadeMordida #PlacaMIorrelaxante

0 visualização

Artesania Studio Oral

Rua Barreto Leme, 2281, B1

Cambuí  | Campinas, SP

13.025-085

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube
  • Ícone cinza LinkedIn

Criação e desenvolvimento:

logo endorfina design.png

© 2016-2020 Artesania | Studio Oral . Todos os direitos reservados.

Prezamos pela  qualidade da informação e saúde dental dos nossos pacientes deste 1967. Dr. Felipe Henrique da Silva - Cirurgião Dentista responsável - CRO 71.951 e Dra. Juliana Barbosa CRO 96.697

POLÍTICA DE PRIVACIDADE: Nos esforçamos muito para construir e manter uma relação de confiança com você. Portanto, quando o assunto é o processamento de suas informações, agimos com muito cuidado e sensibilidade, e de forma que a nossa relação de confiança seja preservada. Essa política possibilita que você tenha conhecimento da forma como processamos seus dados, incluindo quais informações coletamos, como usamos e protegemos tais informações