Corona, biossegurança em qualquer época.

Biossegurança é uma área de conhecimento definida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa, como: “condição de segurança alcançada por um conjunto de ações destinadas a prevenir, controlar, reduzir ou eliminar riscos inerentes às atividades que possam comprometer a saúde humana, animal e o meio ambiente”.


Na prática clinica da odontologia a questão é garantir que os procedimentos sejam o mais seguro possível para profissionais e pacientes, mantendo o mais alto padrão de qualidade dos resultados.


Em tempos de Corona Vírus, acreditamos ser importante lembrar aos nossos pacientes sobre a seriedade com que sempre tratamos a biossegurança por aqui, mesmo antes da pandemia de Corona Vírus. 🦠



O Artesania Studio Oral realiza rigorosamente cada um dos procedimentos garantindo que pacientes e profissionais estejam protegidos da ação de microrganismos causadores de doenças tais como a hepatite dentre outras.


Conheça algumas armas que usamos aqui no Artesania para proteger manter a segurança da sua saúde.


Consultas com hora marcada


Consultas com hora marcada minimizam o contato entre as pessoas, diminuindo a chance de transmissão de patógenos.


Desinfecção


  • Antissepsia da cavidade bucal do paciente: Reduz cerca de 50 a 75% a quantidade de microrganismos da boca do paciente, portanto bochechos com gluconato de clorexidina (0,12 a 0,2%) antes da intervenção são uma excelente opção.


  • Antissepsia das mãos com alcool em gel: Deixamos disponível na sala de espera, um dispensar com alcool em gel para antissepsia das mãos.



Equipamento de proteção individual (EPI)


Os profissionais utilizam gorros, que devem recobrir todo o cabelo e orelhas; aventais, que evitam o contato da pele e roupas pessoais com os microrganismos do campo de trabalho; máscaras, que protegem as vias aéreas; óculos de proteção, e luvas. As mãos são lavadas com sabonete degermante antes de serem calçadas as luvas e elas são descartadas em lixo especial a cada procedimento.

Uso de EPI no COP

Imunização contra Hepatite B.


Os profissionais são imunizados contra a hepatite B. É importante ressaltar que a imunização contra a hepatite B é realizada em 3 doses. A segunda dose, um mês após a primeira e a terceira dose, 6 meses após a segunda. Existe um teste sorológico que confirma a imunização, então o recomendamos. A cada 5 anos é necessário o reforço da vacina.


Esterilização no COP

Instrumentais


Instrumentais que penetrem em tecidos sub-epiteliais ou que entrem em contato com a mucosa ou pele do paciente são esterilizados em autoclave (processo que elimina todos os microrganismos: protozoários, bactérias, fungos e esporos). Após o uso, os instrumentais são imersos em solução enzimática durante 10 minutos, lavados com sabão líquido e água corrente, secos e embalados em pacotes específicos para esterilização. No COP, nós utilizamos como método de esterilização, o calor úmido sob pressão (autoclave), que esteriliza nossos instrumentais à temperatura de 121 à 132 graus celcius e tempo entre 15 à 30 minutos. Instrumentais que não entram em contato com o paciente são desinfetados (processo que elimina microrganismos de seres inanimados) com álcool 70º.


Instrumentos esterilizados em autoclave