Piercing bucal, avalie os riscos.


O piercing bucal é uma jóia que pode ser presa nos lábios, língua, bochechas, mucosas e gengiva.

A prática do piercing pode ser uma forma de expressão individual, estilo, moda ou mesmo o desejo de parecer diferente frente à sociedade, muito comum na adolescência e juventude.

Infelizmente, a perfuração e as peças podem causar sérios problemas de saúde bucal e geral. Pessoas com história cardíaca ou imunológica correm um risco ainda maior.

Problemas na perfuração

Se o estabelecimento onde se perfura o piercing não apresentar condições ideais de biossegurança, doenças como HIV e hepatite podem ser contraídas. Além disso, podem ocorrer sangramentos, alergias ou mesmo a deglutição ou aspiração da peça. Se alguma inervação for atingida durante a perfuração, sensação permanente de dormência poderá ocorrer.

Infecções

Se não for bem higienizado o piercing pode ser um abrigo para bactérias. Infecções bucais podem ser sérias e fatais, caso bactérias da gengiva atinjam o coração.

Retrações gengivais

Brincar com a jóia ou mesmo os atos de falar e comer podem causar traumas constantes na gengiva, causando retração que pode ser acompanhada de hipersensibilidade radicular e grande prejuízo estético.

Traumas no palato e tecidos moles

Mexer no piercing com os lábios e a língua pode leva-lo à traumatizar gengivas, mucosas e o palato(céu da boca), causando lesões sérias e infecção.

Cáries

Além das infecções gengivais, bactérias acumuladas na jóia podem colonizar dentes e causar cáries dentais.

Mau hálito

Se o piercing não for devidamente higienizado, o acúmulo de placa bactéria e dejetos alimentares certamente causará infecção e mau hálito.

Câncer

Alguns trabalhos apontam para um maior risco de câncer em portadores de piercing. Biopsias de língua feitas em usuários de piercing revelaram alterações histológicas nas células indicando o risco.

Desgastes e fraturas dentais e de restaurações

Traumas contra o piercing podem faze-lo colidir contra dentes, restaurações e próteses, causando trincas, fraturas e até mesmo a perda dental.

Portanto, apesar de ser uma prática descolada, o piercing bucal não é recomendável por causa dos riscos à saúde. Converse com o dentista antes de realizar o procedimento de colocação do piercing.

A melhor das recomendações é não colocar o piercing bucal, mas se você pretende ignora-la, fique atento às seguintes dicas:

  • Não fique mexendo ou brincando com o piercing

  • Não gire nem mordisque a jóia para não traumatizar dentes e mucosa

  • Lave as mãos com sabão antisséptico caso precise mexer

  • Higienize os dentes com escova, fio dental e creme dental

  • Peça ao dentista que receite um agente bactericida como clorexidina 0,12% para aplicar sobre o piercing.

  • Faça a higienização bucal profissional conforme orientação do dentista

  • Caso sinta dor, ou perceba vermelhidão na área do piercing, procure o dentista rapidamente.

#COP #PiercingBucal #Piercingoral #Riscospiercingbucal

0 visualização

Artesania Studio Oral

Rua Barreto Leme, 2281, B1

Cambuí  | Campinas, SP

13.025-085

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube
  • Ícone cinza LinkedIn

Criação e desenvolvimento:

logo endorfina design.png

© 2016-2020 Artesania | Studio Oral . Todos os direitos reservados.

Prezamos pela  qualidade da informação e saúde dental dos nossos pacientes deste 1967. Dr. Felipe Henrique da Silva - Cirurgião Dentista responsável - CRO 71.951 e Dra. Juliana Barbosa CRO 96.697

POLÍTICA DE PRIVACIDADE: Nos esforçamos muito para construir e manter uma relação de confiança com você. Portanto, quando o assunto é o processamento de suas informações, agimos com muito cuidado e sensibilidade, e de forma que a nossa relação de confiança seja preservada. Essa política possibilita que você tenha conhecimento da forma como processamos seus dados, incluindo quais informações coletamos, como usamos e protegemos tais informações